Brasil deve chegar na triste marca dos 100 mil mortos. Presidenta do SINDSEPERS, Diva da Costa, participa de live neste sábado (08)

Cada dia mais, os governos cedem às pressões e acolhem as demandas dos grandes empresários e colocam os lucros acima da vida, seguindo a política genocida do governo Bolsonaro. Com isso, o isolamento social, que por enquanto é o único remédio que temos para nos proteger do novo coronavirus, está sendo flexibilizado. Os mesmos governos que não testam a população, não garantem o atendimento de saúde para os mais pobres, nem os empregos e nem mesmo renda mínima para o sustento das famílias. Além disso, aproveitam-se da crise sanitária para intensificar os ataques aos direitos da classe trabalhadora, e desmontar de vez com o serviço público.
O Brasil já é o segundo país em número de mortes e está prestes a chegar a triste marca de 100 mil vidas perdidas, entre elas muitos e muitas profissionais da saúde, em decorrência da falta de polícias públicas de enfrentamento à pandemia que assola o mundo.
No próximo sábado (8), às 15h, você pode acompanhar pela página no Facebook do SindsepeRS a live promovida pelo jornal Brasil de Fato RS e pela Rede Soberania, com a participação da presidenta do SINDSEPE/RS, Diva Luciana da Costa, do presidente do SINTERGS, Antonio Augusto Medeiros, e a presidenta do SERGS, Claudia Franco, que conversarão sobre a grave crise sanitária instalada no nosso país e no nosso estado, os impactos desta crise principalmente para trabalhadores da Saúde, como chegamos aos 100 mil mortos e o que poderia ter sido feito para evitar essa marca histórica no nosso país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *