Onyx Lorenzoni e Eduardo Leite irão se enfrentar no segundo turno

O ex-ministro Onyx Lorenzoni (PL) e o ex-governador Eduardo Leite (PSDB) irão se enfrentar no segundo turno das eleições no Rio Grande do Sul.  A definição só ocorreu em torno das 22h. Até o último momento, a passagem para a segunda rodada foi disputada também pelo ex-deputado estadual Edegar Pretto (PT). Ao final Leite conseguiu manter uma vantagem de cerca de dois mil votos no  final da apuração. Escolha do novo governador gaúcho será definida no dia 30 de outubro         

Onyx conseguiu 37,50% dos votos válidos, enquanto Leite registrou 26,81% e Edegar recebeu 26,77%. O resultado indica que, novamente, o eleitor terá que fazer uma opção entre dois candidatos alinhados à direita do espectro político. 

Mourão senador

A exemplo do que aconteceu em 2018, Jair Bolsonaro saiu como vencedor no Rio Grande do Sul. Além de colocar seu ex-ministro no segundo turno e na primeira posição, elegeu como senador o general Hamilton Mourão (Republicanos). Mourão venceu com 44,11%, seguido pelo ex-governador Olívio Dutra (PT) com 37,85% e pela ex-senadora Ana Amélia Lemos (PSD) com 16,44%.         

Em 2018, o estado também elegeu um senador explicitamente de direita, o então deputado federal Luis Carlos Heinze (PP). Neste ano, Heinze concorreu ao governo estadual mas amargou um quarto lugar com somente 4,3% dos votos válidos.

Foto: Kátia Marco

Fonte: Brasil de Fato

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *